Artigos

Na última semana, a Empresa B Plano CDE, o Centro de Estudos de Microfinanças da FGV, com o apoio da Fundação JP Morgan, lançaram uma pesquisa sobre os hábitos financeiros de famílias de baixa renda no Brasil. A matéria, publicada no Valor Econômico, está aqui: https://www.pressreader.com/brazil/valor-econ%C3%B4mico/20161125/282149290915353.

O estudo traz uma série de percepções sobre o comportamento de famílias das classes CDE e, em particular, as segmenta em três grupos: os planejados, os desorganizados e os conservadores. Entender alguns atributos como os drivers desse público, suas dores e seus distintos contextos é fundamental para as startups desenvolveram soluções de apoio às famílias. 

Destacamos abaixo como as startups podem aproveitar desse conhecimento:

1) Maior compreensão sobre os desafios do mercado: grande parte das startups ainda tem o hábito de desenvolver soluções tendo seu produto no centro do design, quando, na verdade, o público a quem ela serve que deveria ser o foco da criação. A pesquisa traz circunstâncias específicas que ajudam empreendedores a compreender melhor os desafios e, por consequência, as oportunidades desse campo.

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Din4mo.

Join Din4mo