Artigos

No mundo do empreendedorismo, grande parte dos atores enfatiza a importância da construção de redes – o badalado networking. Hoje, é mais do que óbvio afirmar que, para buscar informação, capital e colaboração, contatos relevantes podem fazer uma enorme diferença.

 Já os chamados vínculos fracos – e o papel importante que exercem em nossa rede de conexões – recebem muito menos atenção. Curiosamente, as melhores oportunidades costumam ser abertas não por aqueles que nos são mais próximos, como parentes e amigos de infância, mas sim por contatos mais remotos, como conhecidos e amigos de amigos.

Essa tese foi primeiramente formulada por Mark Granovetter em The strength of the week ties (link abaixo). Publicado nos anos de 1970 e com quase 40 mil citações em publicações do mundo acadêmico, este artigo tornou-se um clássico do debate sobre redes sociais e mudou a forma como as ciências sociais enxergam nossa inserção no mundo.

Na verdade, não somos atores isolados agindo de modo solitário em um mundo anônimo. Ao contrário, somos parte de uma comunidade mais ampla, decisiva para o sucesso de nossos pequenos e grandes projetos. Os contatos que temos, incluindo os mais distantes, influenciam decisivamente nossas oportunidades, seja na hora de conseguir um emprego, seja na busca de informações para desenvolver um projeto de negócio.

E no tempo da Internet, as redes que possuímos vão se cristalizando no meio digital. Tudo o que publicamos e fazemos é processado por essa rede ampliada, dando forma a uma persona social mais ampla do que a que pensávamos ser/ter no passado.

 Por isso mesmo, não deixe de cultivar os vínculos, mesmo que remotos: eles podem ser a chave do seu futuro. Lembre-se disso na hora de deixar de responder ou deletar aquele e-mail aparentemente inoportuno. 

http://https://sociology.stanford.edu/sites/default/files/publications/the_strength_of_weak_ties_and_exch_w-gans.pdf

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Din4mo.

Join Din4mo

Comentários

This reply was deleted.